segunda-feira, 8 de janeiro de 2007

Recebendo amigos

O fim-de-semana foi bem agitado aqui em casa. Vou contar em linhas gerais as peripécias e amanhã volto com os detalhes. Afinal, são 2 da madrugada e, embora às vezes me esqueça, amanhã é dia de trabalho!!!
No sábado recebemos um casal amigo para uma degustação de vinhos. O marido ganhou de Natal a Larousse dos Vinhos e se empolgou em estudar o assunto. Começou lendo sobre os Cabernet Sauvignon e, na sexta-feira, deu a idéia de irmos a uma adega comprar um Bordeaux e um Cabernet Sauvignon do Novo Mundo para compararmos. Os indicados pelo vendedor foram o Bordeaux Cordier e um chileno chamado Viu Manent, ambos na faixa dos R$40,00 - R$50,00 (na distribuidora). O cardápio tinha de ser o mais prático possível, pois passaria o dia todo me preparando para o evento que aconteceria aqui em casa no dia seguinte. Compramos apenas pãezinhos e uma tabuinha de queijos, daquelas que já são vendidas montadas no Pão de Açúcar. Embora eu não entenda muito de vinhos, deu para tirar uma conclusão no final da experiência. O francês, uma mistura das uvas Merlot e Cabernet Sauvignon, com predominância das primeiras, não agradou muito. É forte no princípio, mas não deixa sabor na boca ao ser engolido (acho que isso quer dizer que tem pouca persistência). O chileno, pelo contrário, nos pareceu um vinho repleto de sabor, complexo, espesso, mas de sabor aveludado e que persistia ao ser deglutido. A opinião dos 4 degustadores foi unânime: esse foi o melhor vinho da noite. Isso me faz relembrar aquele velho conselho: dentro de uma faixa de preço mais baixa, é melhor preferir um vinho do Novo Mundo a um francês. Um bom vinho francês custa beeeeeem caro e, nesse preço, a maioria costuma ser medíocre. Aí abaixo vai a foto do chileno: tomem nota do rótulo, pois vale mesmo a pena experimentar.


No domingo, já havíamos marcado um lanche para receber a tia Cíntia, a prima do marido que mora em BH e está passando uns dias aqui. Ela nunca havia vindo a nossa casa, de forma que a convidamos para uns petiscos. Pensei em fazer algo prático, apenas com pratos frios, para que eu não ficasse preocupada na hora da recepção. Dando uma pesquisada em alguns livros, montei o cardápio na sexta-feira. Amanhã contarei detalhes e colocarei aqui as melhores receitas. Só para adiantar: começamos a noite com a limonada cremosa da Cris, receita postada há uns 3 dias no seu blog. Ficou deliciosa, todo mundo aprovou. Como quem faz uma receita sempre muda um pouquinho a original, vou escrever aqui as medidas exatas que deram certo na minha versão:



Limonada suíça cremosa da Cris
3 limões (não sei se eram Tahiti)
1 litro e 1/2 de água gelada
200 mg de creme de leite light Nestlé ( 1 caixinha)
1/2 xícara de açúcar

1 forma de cubos de gelo

Lave bem os limões, limpando a casca com água e sabão. Enxágue muito bem. Corte os limões em 4 pedaços. (Não tinha idéia de como tirar a parte branca interna dos limões, por isso os deixei como estavam, bati tudo sem frescura.) Bata no liquidificador com a água gelada. Coe essa mistura e retorne o suco ao liquidificador. Junte o creme de leite, o açúcar e bata de novo. Como o gelo não coube no copo do liquidificador nessa hora, eu dividi o suco em 2 partes e bati cada uma separadamente com metade dos cubos de gelo.

Fica mesmo ótimo, parecendo mais um sorbet fluido de limão, com uma espuminha bem leve no topo. Obrigada pela receita e por responder minhas dúvidas, amiga Cris!
Estou incluindo também aí abaixo uma fotinho da mesa do lanche, ainda em preparação, faltando ainda os pratos principais dos quais falarei amanhã.



Boa semana a todos!

3 comentários:

Avassaladora disse...

Hum... vou fazer essa receita lá em casa... adorei!!!!
Agora só pra você saber, o vinho VIU está cotado ultimamente como o segundo melhor do mundo!!!! Bom gosto vocês tem, viu!!!!!
Beijos,

fezoca disse...

hm, que lanchinho boooomm! tbm quero testar a limonada da Cris. Lu, eu nao entendo nada de vinhos, mas ando me concentrando nos californianos, feitos aqui no "meu quintal", que tem precos otimos e ate agora nao decepcionaram. queria estudar um pouco sobre esse assunto, como o seu marido. quem sabe ainda farei! ;-) beijos,

From our home to yours disse...

Lu, estou muito feliz mesmo por você ter se arriscado e elaborado um cardápio maravilhoso, com tanto capricho. E diz que não sabe cozinhar... O ingrediente mais importante você tem... o AMOR e o CARINHO com que prepara tudo, dá para perceber nos seus postings e nas fotos. Um beijão!!!