segunda-feira, 8 de janeiro de 2007

O lanche do domingo

Bolei o lanche pensando em alimentar de 7 a 8 pessoas. Queria fazer alguma coisa diferente, que fugisse do convencional. Também tinha que ser algo prático, para que as pessoas se servissem ao modo americano e, principalmente, que eu pudesse fazer com antecedência, para não ficar maluca na hora de receber os convidados. Decidi começar com um refresco (a limonada da Cris), seguido de uma sopa fria servida em tigelinhas individuais. Depois, sobre a mesa, alguns tipos de pães, tomates secos e berinjelas em conserva, mussarela de búfala picadinha, 2 pastas (1 dip e um patê). Como pratos principais, também colocados sobre a mesa, um lagarto fatiado frio com um molho diferente e uma salada de frango, pepino, maçã e castanha de caju. A receita desses 2 pratos foi retirada do livro Cozinhando para Amigos, da Heloísa Bacellar (sócia do Atelier Gourmand), que é super interessante e traz muitas receitas pouco usuais, dispostas em forma de sugestões de cardápio. É a primeira vez que faço receitas desse livro, exatamente porque costumam ser mais elaboradas e exigem muitos ingredientes diferentes. Para terminar, um flan de doce de leite e o famoso brigadeiro de Ovomaltine do Rainhas do Lar, para comer de colher. Acho que vale a pena postar as fotos dos pratos com suas respectivas receitas. Parece que todo mundo gostou da reunião, os pratos foram bastante elogiados. Fica a dica para quem quiser fazer algo original e bem prático.

SOPA FRIA DE CENOURA E LARANJA
(Saiu na revista Cláudia desse mês. Vale mais por ser um prato diferente, não por ser propriamente uma iguaria. Esqueci de tirar a foto, tão feiosa ficou!)

Ingredientes:
1 cebola média picadinha
3 dentes de alho picadinhos
3 colheres de azeite
4 cenouras em pedaço
1 1/2 colher de sal
1 colher de sopa de gengibre ralado
1 xícara de suco de laranja
4 xícaras de água gelada
1/2 xícara de creme de leite fresco
1 colher de sopa de suco de limão

Refogue a cenoura numa panela junto com a cebola, o alho e o azeite. Quando a cenoura estiver al dente, bata no liquidificador com o suco de laranja, o gengibre e o sal. Depois junte a água gelada e misture. Divida em tigelinhas individuais e coloque na geladeira. Na hora de servir, coloque em cima de cada tigelinha uma colher de sopa do creme de leite previamente misturado com o suco de limão (um sour cream), decore com uma folhinha de hortelã e polvilhe pimenta do reino raladinha.

Dica: se bater a cenoura al dente, a sopa vai ficar meio grossinha, com uns carocinhos. Se a quiser mais lisinha, cozinhe mais o legume. Só coloque a colher do sour cream no instante de servir. Eu não fiz isso: o creme se espalhou por toda a superfície da tigela, a hortelã afundou, ficou uma gororoba só.



CARNE FATIADA COM MOLHINHO AGRIDOCE DE MOSTARDA E MEL


Ingredientes para a carne
1 lagarto de 1 kg
1 cubo de caldo de carne
1 bouquet-garni (ervas e temperos amarrados para serem jogados na panela do cozimento: usei 2 talos de salsão, bastante salsa, manjericão e um pouco de tomilho seco dentro do sanduíche de ervas)


Aqueça azeite numa panela grande e funda e doure bem o lagarto. Polvilhe sal, pimenta, acrescente água quente até cobrir a peça em cerca de 5 cm. Coloque aí o caldo de carne e as ervas amarradas. Cozinhe por 1 1/2 hora, até a carne ficar bem macia ( eu cozinhei 2 h). Depois que esfriar, corte em fatias bem finas.

Faça um molho usando 2 colheres de sopa bem cheias de mostarda Dijon com grãos, 2 colheres de sopa de mel, 2 dentes de alho assados ou aferventados, sem casca, 1/3 de xícara de vinagre de vinho tinto, 3/4 de xícara de azeite de oliva, sal e pimenta a gosto.

Numa travessa, monte camadas de carne regando com o molho, cubra e guarde na geladeira por pelo menos 2 horas ou por até 2 dias.

Dica: fica melhor se for feito com antecedência, para poder repousar um pouco no molho e pegar gosto. O cozimento do lagarto com o bouquet-garni forma um caldo de carne maravilhoso que pode ser usado em outros pratos ou congelado (eu dei dentadas no salsão do meu bouquet quando o retirei do cozimento, tão gostoso ele estava!)



SALADA DE FRANGO COM PEPINO, MAÇÃ, CASTANHA DE CAJU E MOLHINHO ADOCICADO



Prepare na véspera o pepino: Pegue 2 unidades de pepino japonês, descarte suas pontes e fatie bem fininho (eu usei o fatiador do ralo de inox). Coloque numa tigela com 2 colheres de chá de sal, cubra com água e leve à geladeira por pelo menos 3 h ou 1 noite. Escorra o pepino numa peneira, escalde com 1 l de água fervendo, escorra, seque e coloque num pote com tampa. Aqueça 1/2 xícara de vinagre branco, 1/4 de xícara de açúcar, 2 cravos-da-índia, 1 pedaço de canela em pau e 1/4 de colher de chá de pimenta-do-reino em grãos numa panelinha. Misture até dissolver, espere ferver e despeje sobre os pepinos. Tampe e guarde em geladeira

Para o frango: unte uma assadeira e coloque nela 3 peitos de frango polvilhados com sal e pimenta do reino e regados com azeite. Asse em forno médio-alto por cerca de 40 min, até que os peitos estejam macios e dourados. Depois que esfriar, retire pele e ossos e desfie em lascas não muito pequenas. Reserve.

Para o molhinho: pegue uma gema de ovo cozida dura (ovo cozido por 10 minutos após a fervura) e bata no liquidificador junto com 1 colher de sopa de mostarda Dijon, 1 colher de sopa de cebola picadinha, 1/2 colher de chá de alho picadinho, 2 colheres de sopa de shoyu, 1/4 de xícara de vinagre de vinho branco, 2 colheres de sopa de óleo de gergelim, 1 colher de sopa de mel, sal e pimenta. Junte 3/4 de xícara de óleo bem devagar até conseguir um molho cremoso. Adicione 1/2 xícara de folhas de salsinha picada, bata até ficar esverdeado. Acerte o sal e a pimenta e leve à geladeira por 24 h.

Algum tempo antes de servir misture o pepino bem escorrido, o molhinho, o frango, 3 maçãs vermelhas ácidas picadas em cubinhos e 1/2 xícara de castanha de caju grosseiramente picadas. Ajuste o sal e a pimenta. Mantenha em geladeira até a hora de servir.

Dica: Precisa fazer com antecedência. Eu não fiz e o pepininho não pegou o gosto das especiarias. Mesmo assim ficou muito gostosa. Fica bem molhadinha, boa para comer num prato acompanhada de pão italiano.


FLAN DE DOCE-DE-LEITE
(Receita da banqueteira Marcela Maragliano de SP - peguei numa aula de culinária)



Coloque numa tigela refratária 200g de doce-de-leite, 100g de manteiga e leve ao microondas para derreter (usei 3 min em potência 50%). Adicione 2 ovos inteiros mais 2 gemas, 60g de açúcar e 40g de farinha de trigo. Misture bem. Unte forminhas individuais com manteiga e encha metade ou 3/4 de cada uma com a mistura. Coloque as forminhas numa assadeira e asse por cerca de 8 minutos em forno a 180 graus. Sirva com um pouco de sorvete de creme em cima.

Dica: Pode fazer a receita que é gostosa mesmo. Eu, que não sou fã de doce-de-leite, gostei muito. A manteiga e os outros ingredientes suavizam o gosto concentrado do doce-de-leite e o sorvete de creme que fica por cima dá a graça final ao prato. Eu tive que assar uns 12 minutos. Não encha muito a tigelinha, ou você não vai conseguir acrescentar o sorvete. A consistência é cremosa, quase líquida no meio, uma crostinha meio talhada na periferia. Rápido, fácil, muito bom.


DIP DE DAMASCO COM HORTELÃ
(Receita da chef Carole Crema, que saiu num folder de divulgação do restaurante Wraps - SP)

Bata no liquidificador até virar uma pasta fluida:
100g de ricota fresca
200g de queijo cottage
1/2 maço de hortelã fresca
100g de geléia de damasco
1 colher de sopa de sal
2 colheres de sopa de vinagre de vinho branco

Dica: eu achei que ficou muito salgado. Usarei metade do sal da próxima vez. Também achei que foi hortelã de mais e geléia de damasco de menos. O adocicado quase não apareceu e o gosto predominante mesmo foi o erva. Vou corrigir também. Essa receita rende bastante pasta, umas 2 tigelinhas médias. Sobrou tanto que eu vou fazer um quibe assado para comer com ela. Acho que vai combinar.


BRIGADEIRO DE OVOMALTINE

Veja a receita aqui.

A maior dificuldade dessa receita é distribui-la nos copinhos. São muito pequenos e o doce está quente quando se vai fazer isso. Queimei todos meus dedinhos!
Dica: limpe a borda dos copinhos que sujou com respingos do brigadeiro com o auxílio de um paninho úmido e um palito de dentes, para ficar bem apresentável. Polvilhe com Ovomaltine.


A quantidade deu e sobrou para 7 pessoas. Acho que seria suficiente para umas 10. A meu ver, o ponto alto foi a salada de frango e, como sobremesa, o flan. O bom é que dá para fazer tudo antes (embora eu tenha deixado tudo para a última hora e passado o dia cozinhando). Deixo aqui um agradecimento especial ao marido, que pesou e misturou certinho os ingredientes do dip e do flan, lavou muita louça e me deu o maior apoio. Muitos beijos ao meu companheirão de todas as horas!

11 comentários:

Cinara disse...

Lu, você chama isto de "lanche"? Eu diria que é mais um banquete, isso sim! Tudo muito lindo e apetitoso... Imagine se você soubesse cozinha! :o)
Beijos!

Cinara disse...

Oops, cozinhar!

lunalestrie disse...

Olha só, um arraso desse e ainda diz que não sabe cozinhar!
Lu, é difícil colocar o brigadeiro nos copinhos, eu tive mais sorte porque os meus tinham boca larga - eram descartáveis, não tenho copinhos de cachaça em casa.
Estou super interessada nesse flan que você fez: fiquei em dúvida na hora de assar, como eu sei que está no ponto - é que você deixou por mais tempo no forno...

Flávia disse...

Estou começando a ficar preocupada com as suas visitas lá em casa, vou ter que fazer umas coisas assim também!!!!

Lu Campos disse...

Cinara, que bom que você achou parecido com um banquete! Estou me esforçando, um dia ainda chego lá!!!!

Lu (Quiche de Macaxeira), o ponto do flan é realmente uma boa questão. Na aula de culinária, aquele flan que ficou 8 min no forno era bem pastoso, fluido, mas as bordas (a parte grudada no ramequim) estavam começando a talhar e endurecer um pouquinho. Aqui em casa, deixei mais um pouquinho para que as bordinhas consistentes ficassem mais largas. Não sei se ficaria bom se deixasse secar por completo, até o centro. Mas não tem erro, é gostoso de qualquer jeito. Teste sem medo e descubra seu ponto preferido. Beijinhos!

Márcia disse...

Lu, querida,
que bom que vc voltou! estava com saudades.
Esse seu evento foi mesmo O evento, tudo tão refinado e ao mesmo tempo casual...
Adorei!
Se ainda morasse em BSB, certamente já teríamos nos conhecido pessoalmente!
Adorei o flan, parece divino.
Bjos!

Lila disse...

Luzinha.. tava tão gostoso seu lancheee! ai q delicia! e olha q eu comi as sobras.. imagino feito na hora... ai ai ai! já me dá agua na boca só de pensar!
cada dia q passa vc me surpreende mais! a mae vai ficar orgulhosa!!! Parabens maninhaa!!

From our home to yours disse...

Lu, concordo com a Cinara, um banquete... e vou experimentar o flan qualquer hora... hum... parece delicioso, assim como todo o seu 'modesto lanche'. Bjs!

Daniel disse...

Olá,
Sou o editor do Portal da Cozinha ( http://www.portaldacozinha.com.br ). Hoje eu publiquei uma receita de Brigadeiro de Colher e coloquei esta foto do seu Blog para ilustrar. Apesar de ser temporário (até que eu tire a foto da minha receita), coloquei os copyrights e fonte do seu site.
Abraços
Daniel

BLOG DA NELI - DOCE DELEITE CULTURAL disse...

Lu, nao consegui localizar a rceita do Brigadeiro de Ovo Maltine...
Neli

Anônimo disse...

Lu, nao consegui localizar a receita do Brigadeiro de Ovomaltine...