quarta-feira, 3 de janeiro de 2007

Gostosuras do Natal

Na minha casa, o tradicional no Natal é a ceia na casa da minha mãe. Meus avós moram em Minas Gerais e tias e primos costumam rumar para lá nessa época do ano. Em geral sobramos aqui em Brasília apenas eu, meus pais e minhas irmãs. Mamãe costumava preparar todos os pratos da ceia sozinha, mas nos últimos três anos, ou seja, desde que me casei, tenho contribuído com alguma coisa. Nem sempre dá certo: no primeiro ano, fiz um lombo na calda de frutas cujo molho derramou todo dentro do carro novinho do meu marido, deixando um cheiro doce impregnado (que depois azedou). No ano passado iniciei a tradição do tender, que era um prato até então pouco usual aqui em casa. Gostei e repeti. Nesse último Natal, preparei-o conforme receita da Chris Campos que saiu na Casa & Jardim (o link eu peguei em algum site - talvez o seu, leitora - mas no momento não estou me lembrando em qual). Não sei se a receita estava errada ou se a interpretei mal, mas lá dizia para cozinhar o tender no suco de abacaxi durante 2 horas. Dúvida número 1: suco de abacaxi com açúcar, tipo Del Vale, ou sem? Como no mercado não havia o primeiro, comprei um suquinho Milani. Dúvida número 2: não ia ao forno para corar??? Achei o resultado meio esquisito. Não ficou adocicado, como eu pensei. E o tender inchou, inchou tanto que até perdeu o brilho. Nem por isso ficou mais suculento. Da próxima vez farei assado mesmo e tentarei achar um método de caramelar a capinha usando um pouco do suco de abacaxi. Agora, a surpresa boa ficou por conta do molhinho de abacaxi com hortelã. É muito fácil, basta picar um abacaxi em cubinhos pequenos, juntar o suco que se forma (inclusive espremendo a casca), o suco de 1 limão espremido e um bom punhado de hortelã bem picadinho. Na receita original acrescentava-se pimenta verde picadinha, mas como eu não tinha, adicionei 3 colheres de sopa de um molhinho de pimenta desses industrializados mesmo. Ficou picante na medida certa. Pena que, com tanta empolgação, esqueci de tirar a foto do molhinho. Segue aí a do tender fosco mesmo.



Outra coisa que eu fiz, e recomendo, é uma tortinha de chocolate clássica, receita do Olivier Anquier. Está no site dele, com um vídeo explicativo mostrando o passo-a-passo. A receita é muito boa e ele dá dicas ótimas. Quem nunca foi lá não sabe o que está perdendo. Para dar uma incrementada, ao invés de usar chocolate meio-amargo, usei uma barra de chocolate Callebaut com aroma de gianduia. Ficou gostoso. Marido disse que tinha sabor de sobremesa européia, pouco doce. Da próxima vez, porém, vou fazer o ganache do recheio usando creme de leite de latinha ao invés de creme de leite fresco, pois a meu ver esse último deixa a sobremesa mais gordurosa, com um gostinho característico do creme fresco, que não me agrada tanto. Infelizmente também me esqueci de tirar uma foto, entretida que estava em comer, comer. Para compensar, coloco aqui uma foto dos pães-de-mel decorados com glacê real que ganhamos de um casal amigo. Eram deliciosos e lindinhos. Ficam de idéia para presentes do próximo Natal. Aproveito para dizer que estou à procura de uma boa receita em que eu possa utilizar o mix de especiarias para pão-de-mel que eu trouxe do Mercadão. Ele é feito com cravo, canela, anis, noz-moscada e outras coisinhas mais que dão aquele aroma tão especial aos bolinhos. Acho que deve ficar interessante misturar esse pozinho mágico a uma massa de bolo comum ou de chocolate... Alguém tem alguma sugestão?





7 comentários:

Elvira disse...

Feliz Ano Novo! :-)

Avassaladora disse...

Hum... esse post só falando de comida me deu uma fome... e só são dez da manhã!!!!!
Bom, então hoje tem pizza lá em casa!!!! Espero vocês!!!!
Bjs,

Isabella disse...

Olá, Lu, seus presentes de natal ficaram lindinhos, parabéns!! Quanto ao tender, um pouco antes do natal, a Márcia do "Fouet..." postou uma receitinha que é muito parecida com a que fazemos (e é boa) dá uma olhada lá!Na página do Cybercook, onde faz tempo que não pesquiso, havia mais de uma dezena de receitas de pão-de-mel (antes da reformulação da mesma), eu chequei a fazer a que leva leite condensado e achei prática (e gostosinha. Vá lá também, quem sabe. Um abraço.

fezoca disse...

Lu, minha dica para as especiarias eh coloca-las no vinho. Eu sei que agora nao eh a epoca appropriada, mas qdo faz frio eh bom esse vinho aromatizado, servido quentinho! :-)
beijaoo,

Daniela disse...

Oi Lu, como estão as coisas ai?
Sabe que nunca fiz tender é sempre a minha mãe quem faz. Adorei a receita do molho de abacaxi com hortelã. Separei a poesia pra você e te mandarei por e-mail.
Beijos e feliz 2007

Lu Campos disse...

Elvira, feliz 2007 para você também! Seja sempre bem vinda aqui!

Ava, a pizza tava boa, mas da próxima a gente faz em casa!

Isabella, obrigada pelas dicas, vou já espiar...

Fer, aposto que você se lembrou do vinho porque está aí deve estar congelando!

Dani, você voltou? Que bom! Como foi de férias? Você viu que eu também tirei umas, né? Aguardo a poesia...

Márcia disse...

Lu,
como a Isabella disse, eu coloquei um modo de preparo de tender no Le fouet.
Mas já de antemão te digo que o suco é natural, mesmo. Pega o abacaxi e mete no liquidificador.
Segundo, ele cozinha coberto com papel alumínio, e só depois de uma hora, aporx., é q tiramos, para que ele pegue a cor.
Infelizmente não tirei fotos do meu, mas comprei outro agora (promoção pós-festas, maravilha!) e se fizer neste weekend coloco as fotos lá e te aviso.
Bjos!