sábado, 13 de janeiro de 2007

O legal é reciclar!

Bem, amigos, vocês podem sentir que não fiquei muito satisfeita com o quibe assado do último post. Sabem o que fiz com ele? Reciclei!
Estava morrendo de pena de perder aquele quibe, que já estava há mais de um dia ressecando na geladeira. Também tinha um caldo de carne que sobrou do cozimento do lagarto de domingo. Detesto deixar os alimentos perderem, mas isso invarialvelmente acontece aqui em casa, desde a época em que era estudante, em Campinas. Somos somente eu e o marido, e nós saímos muito para comer fora com amigos. De uns tempos para cá me propus a não deixar que o desperdício ocorresse com tanta frequência. Ontem, folheando uns livros de receita, por sorte encontrei a receita de Caril de Quibe numa edição da Cláudia Cozinha Especial - Só Carnes. A receita é muito prática e eu fiz em alguns minutos, enquanto o marido fazia o trajeto trabalho-casa. Parece que ele gostou bastante. Eu, que adoro um gostinho suave de curry, achei que o prato bateu de 10 a 0 no quibe sem graça! Vale a pena registrar para ajudar alguma amiga que venha a ter o mesmo problema que eu:


Caril de Quibe
(retirado de Cláudia Cozinha Especial - Só Carnes)

Esquente o quibe (ou asse um novinho).
Numa panela, aqueça 2 colheres de sopa de óleo e doure quatro dentes de alho picadinhos até que eles dourem. Acrescente 3 batatas médias, 2 cenouras, 5 quiabos , 3 talos de salsão, todos cortados em pedaços e 3 xícaras de caldo de carne (eu não usei quiabos porque não tinha em casa). Deixe os legumes cozinharem até ficarem macios. Separe o caldo que sobrou e os legumes em vasilhas diferentes.
Em uma panela grande, derreta uma colher (sopa) de manteiga e acrescente 1 colher (sopa) de farinha de trigo. Frite até dourar. Junte o caldo reservado, peneirado, 1/2 colher (sopa) de curry e 7 damascos picados em tirinhas. Misture bem e cozinhe até engrossar um pouco.
Adicione os legumes cozidos a essa última panela e cozinhe um pouquinho, só para esquentá-los. Corte o quibe em pedaços .
Em uma travessa ou tigela, coloque os legumes e o caldo e por cima, os pedaços de quibe. Misture com cuidado para não despedaçar e sirva.

7 comentários:

From our home to yours disse...

Lu, postei um comentário e não apareceu... de qualquer forma, eu geralmente reaproveito as sobras para criar um novo prato no jantar... mas "reciclar" ficou ótimo! Bjs!

Dadivosa disse...

Lu, que idéia excelente! Nunca me ocorreu fazer um curry de quibe... você está se saindo uma Dadivosa daquelas, hein?
Fico muito contente que você esteja começando a gostar de cozinhar e agora aguardo ansiosa pelas suas novas descobertas :D

beijos

Márcia disse...

Adorei o reciclar, isso é que é preocupação com o futuro!!!!
(ainda que seja com o futuro próximo: nosso jantar... hehehehehe)
Bjos.

Daniela disse...

Lu, amei a idéia! O meu kibe é uma mistura da receita clássica com meu toque. Farei o caril aqui em casa.
Beijos

Carol disse...

Acho que a reciclagem da comida smepre foi um dos segredos de comer na casa das vós, né? Elas sabiam fazer isso como ninguém!
Bjs e parabéns pelo sucesso.

Agda disse...

Minha primeira visita ao seu blog. Menina, por alguma razão eu não tenho sorte com quibe. Já tentei um monte de receitas e nunca fico satisfeita.

Lu Campos disse...

Cris, conte as suas peripécias na arte da reciclagem!

Dadi, estou me inspirando... Pretendo também ser dadivosa!

Márcia, é duro ficar comendo a mesma coisa por 3 dias seguidos, né? Daí a minha preocupação...

Dani, manda aí as dicas do seu quibe!

Carol, minha vó faz cada coisa... Tem um bolinho de carne e pão dormido que é uma delícia... Você tem razão, elas são as rainhas da reciclagem doméstica!